terça-feira, 7 de julho de 2020

#ausências

É nas ausências
Que tudo se ilumina!
São desejos
São vontades
Nesse imenso mar da vida
Onde os nossos pensamentos
Se distanciam velozmente
Das hediondas inverdades.

Ausências
Por vezes tão fatalistas
Nos princípios moralistas
Moldados em preconceitos.
A tudo isso resisto
E quem vê incongruências
No que acima descrevo
É porque nunca entendeu
Tudo aquilo que escrevo!

(Aníbal Panza)
#aoacordar

Ao acordar
Vejo em ti um poema
Em cada dia de vida.
É uma visão tão clara
Nas palavras
Que não escrevo
Mas sinto
No coração!

(Aníbal Panza)
#ANDREIAMORENO

A_ziagos estão os tempos
N_ão permitindo grandes festanças...
D_eterminado, não apago as memórias!
R_etomo aquilo que é o normal
E_ escrevo hoje aqui para ti
I_lustrando de algum modo o teu dia
A_niversariante ANDREIA MORENO!

M_uitos e muitos parabéns
O_ferecidos com amizade
R_epletos de anos de uma vida feliz
E_stes são os meus sinceros desejos!
N_ão os entrego por ora pessoalmente
O_xalá o possa fazer oportunamente.

PARABÉNS🎉🎊

(Aníbal Panza-04/07/2020)
#TÂNIAMORENO

T_udo poderia ser melhor todos os anos
A_caba afinal por ser diferente
N_a verdade, o malvado do Corona
I_ntrometeu-se onde não devia
A_lterando assim os meus planos!

M_as tu TÂNIA estarás sempre
O_nde o teu coração#TÂNIAMORENO

T_udo poderia ser melhor todos os anos
A_caba afinal por ser diferente
N_a verdade, o malvado do Corona
I_ntrometeu-se onde não devia
A_lterando assim os meus planos!

M_as tu TÂNIA estarás sempre
O_nde o teu coração te levar!
R_enovado será por mim cada ano
E_ste lembrado dia do calendário
N_a felicidade do teu meio familiar
O_nde comemoras o teu aniversário.

PARABÉNS🎉🎊

(Aníbal Panza-02/07/20) será por mim cada ano
E_ste lembrado dia do calendário
N_a felicidade do teu meio familiar
O_ndecomemoras  o teu aniversário.

PARABÉNS🎉🎊

(Aníbal Panza-02/07/20)
#sentir

Sinto o teu coração bater
Apressado como o tempo!
Afago-o com carinho
Porque batendo sózinho
Tem o meu no seu compasso
De um doce batimento!

Tu, sabes que sinto isso
Tu, sabes o que sabemos
Já que em ti eu me aconchego!
Sempre que Eu e Tu
Nos abraços entregamos
Os segredos que nós temos!

(Aníbal Panza)
#compreensão

Entrego à constância do desejo
Todos os medos que possuo
E aí sinto o emaranhar
Do sol, da  chuva e vento
Do prazer, do desconforto
E do inevitável lamento!

É na calma e no saber que eu revejo
A solução de um incómodo recuo
Porque o verdadeiro amor e amar
Desfia todo e qualquer tormento
Revelando que há muito mais conforto
Para além de todo o mau momento.

(Aníbal Panza)
#Memórias com sentido

Dois anos depois
Tudo faz sentido
Cada vez mais
Um bom dia
Porque é dia!
A luz está sempre lá
Do outro lado
Do lado da persistência!
Fácil será julgar
A vida de alguém
Mas antes de tudo isso
Olhem para dentro:
-Estão bem?
Bom dia!
Passem bem!

(Aníbal Panza)