quarta-feira, 30 de março de 2016

Hello

Já não passava por aqui faz algum tempo...Numa viagem relampago reparei que os meus amigos Bloguers continuam numa atividade infernal...
Sinceramente as pausas fazem falta na vida e eu pausei!
Faço da vida um poema escrito com meus sentidos todos os amigos que conquistei não os dou como perdidos...
Certo que o Facebook me desviou os olhares mas este espaço tem outra mística muito interessante...
Espero que continuem todos bem já que eu continuo atento vigilante e porque não dizê-lo: Bem.
Para

Beijinhos e um grande abraço a todos.

terça-feira, 3 de novembro de 2015

TAG | 10 Factos estranhos sobre mim

O desafio lançado pela Teresa claro que tinha de ter alguma correspondência da minha parte, não será aquilo que a mesma esperava ...mas não fica sem resposta!
Ora aqui vão coisas estranhas:

1-
Não sendo eu o que  sou
Sou quem não pareço ser
Por isso naquilo que sou
Perdeis o tempo em me ler!

2-
Estranho o meu gostar
de conviver com mulheres
De sentir no seu falar
A beleza dos saberes!

3-
Com pés molhados no mar
Alivio a minha mágoa
Passo dias a pescar
E nem sequer sei nadar!

4-
Será um vicio ou não
e assim me desenrasco
Gosto de comer à mão
um bom prato de churrasco!

5-
Deixei um dia o fumar
para sentir mais prazer
Sabeis o que é beijar
Sem um cinzeiro lamber?

6-
Seja no Verão ou no Inverno
Em lençois de um qualquer tecido
É um momento tão
Deitar-me quase despido

7-
Sei que sou provocador
E brinco com muitos entes
Mas gosto de aliviar a dor
Aqueles que estão doentes!

8-
Não gosto de ir à boleia
Prefiro eu conduzir
Assim, com a atenção cheia
Abstenho-me de seduzir!

9-
Por mais estranho que pareça
Neste mundo animal
prefiro um gato sem raça
A qualquer cão bestial!

10-
A versejar ou rimar
Abri-me neste papel
e o TAG  vou terminar
dando um beijo à Isabel! (É estranho...eu sou assim!)


 

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Voltar?...onde, quando e para quê?

Voltar?...onde, quando e para quê?
Tudo se embasbacou eleitoralmente!
Bocas abertas, insanas, temidas...
Reclamam de nada e tudo, que gente!
Venha de lá agua de Marte
Por toda a parte curar as podres feridas!
De um povo da vida ausente...
Voltar?...onde, quando e para quê?
Quando a misera inteligência
se enloda em toda a mente!
Vitória! Gritai mostrengos, gritai!
Vitória? Repetir a mesma história?
Dai asas à vossa pobre demência
De mim, nada espereis...nem um ai!
Adiaram meu país outra vez...ao votar!
Fizeram isso porquê?
Por isso...voltar?
Onde, quando e para quê?

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Respostas#a uma Pérola#

E nesse mar que é nosso
Sempre repleto de escolhos
Abraçar-te eu não posso!

Quando nos desejam o fundo
Aí abrimos nossos olhos
Com sentimento profundo!

Que me importa o naufragar?
Sei que são mil os desejos
De um eterno amar!

Por isso ao mar nos fazemos
Libertando nossos beijos
Porque é isso que mais queremos!

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Oh Dasse- O meu amigo açoriano!


Oh Dasse tens alguma coisa a dizer?

Eu estou bem vivo mas cansado de aturar uma galinha choca que pensa que manda no poleiro e anda sempre acompanhada por meia dúzia de pintarrochos em fim de estação...

Oh Dasse, agora é que o PDR se vai passar.



Ponte de Lima


Visitem-me nas Feiras Novas...Estou lá!

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Respostas #à Til#

Til,
A Maria é vermelha
e encarnada porquenão!
A Maria é azul e verde
A Maria é ...Pink
Isso mesmo uma Rosa 
Como outras que neste mundo conheço!
Podia ser Green e talvez seja
Podia ser Dark Brown
Já que por vezes fico Yellow...
Sou isso tudo Til. Um rosa baril!
Na tua foto me revejo
Nesse mundo de balões coloridos
Onde descrever-me parece ser infantil
Mas a vida é mesmo assim 
Uns sentem o seu pesar 
Enquanto outros pesam o seu sentir...
Na vida que está a passar
Sem nunca se repetir!!