terça-feira, 17 de abril de 2018


#asaudadeéumateia

Retirei as asas
Que trazia em mim.
Deixei de voar
Pela estrada dos sonhos.
Caí numa teia
Trabalhada pela aranha.
Sangrei a garganta
E não disse mais nada.
Que espécie de vida
Nos apanha ao andar
Onde o próprio sol
Fábrica mil sombras
Em qualquer lugar.
Bem aprisionado
Aos fios de seda
Quando olham para mim
Meio de soslaio
Só ouço dizer:
"É um pobre coitado"

(Mariavaicomasoutras)

segunda-feira, 16 de abril de 2018


#Quererépoderounãoépoder

Porque sempre se pode ter o  querer,
De ter um poder qualquer
Mesmo sem ter qualquer poder,
Há quem queira sem poder
Há quem possa sem o querer!
Eu queria-o mas não posso
Mas mesmo assim posso crer!
Poder, tem cada um o seu
Porque eu posso sem querer,
Dizer ... o tu queres sei eu!

(Mariavaicomasoutras)

domingo, 15 de abril de 2018

#saudades#sentidonavida

S_empre que olhamos para trás
A_s saudades logo chamam
U_mas vezes, pelos anos já vividos.
D_e outras, por familiares e amigos.
A_i se tudo volta atrás!
D_eixamos de ter saudades
E_ntão aí descobrimos
S_em elas, é diferente o que sentimos!
(Mariavaicomasoutras)



sábado, 14 de abril de 2018


#saudade
Por entre o mar de escombros
Que pisamos cabisbaixos
Há tesouros escondidos
Colocados com prazer
Nos momentos bem vividos.
Quando obrigados a sair
Para respirar outro ar
Deparamos com a porta
Onde se acede à "saudade",
Palavra enfática...
Onde a falta desconforta.
Logo que entramos por ela
Constata-se um não retorno,
Perdem-se assim os tesouros.
Ficando apenas na memória
Histórias para os vindouros.
Essa será a saudade
Propriedade sempre nossa
Enquanto disso nos lembremos
Mas que nunca mais teremos
Por ser algo...
Que definitivamente perdemos.
(Mariavaicomasoutras)



#sonhos

Por é que o sonho do  Homem
É ter um dia um contrato
De uma vida sem termo?
Se à nascença é selado
Consentimento informado
Numa complexa minuta
Por tempo indeterminado!

Deixemos que o Homem sonhe
Enquanto isso puder
E quando estiver cansado
Basta deixar de viver
Pondo o contrato rasgado
Numa atitude anti ser.

(Mariavaicomasoutras)

#arcoiris
Num jogo de cores 
Chega sempre até nós 
A ilusão de uma vida 
Que arrede a má sorte 
Teimosa e sem nexo 
Que nos traz em desnorte.
São raios de luz 
De um sol radiante 
Sempre trespassando 
Uma certa humidade 
Que esfria a alma 
No crescendo da idade.
Talvez o almejado tesouro 
Esteja algures escondido. 
Não sei se o procure 
Ou o deixe em sossego 
Já que o ”vermelho lá vai violeta” 
Poderá ser um aconchego.
Ah belo arco-íris misterioso 
Não enganes mais incautos 
Nem faças de mim patêgo.
(Mariavaicomasoutras) 

quinta-feira, 12 de abril de 2018


#diadoirmaomaisnovo
A história é feita disto mesmo
De irmãos... porque não?
De horas de confrontação
E mais de confraternização!
Mas como em tudo na vida
Há dias e dias...
Porque onde há um irmão mais velho
Há igualmente um que é mais novo!
A culpa disto tudo?
Será sempre do ovo.
E assim se cala a boca do povo.
(Mariavaicomasoutras)