segunda-feira, 2 de março de 2015

Sei que estás aí

Há isso tudo o que dizes
e o segredo de um homem
Há por aqui um rosto
Que mendiga o teu olhar.
Há o sorriso numa boca
e no moreno da pele o toque.
Há uma voz que esvoaça
no adiar do eterno beijo
Aqui se faz um poema
Segredado por momentos
pois é comum o nosso lema.

Por isso amiga, tu és 
a imagem que não vejo
mas que sei que estás aí
pedindo o meu olhar
E quando sinto o teu sorrir
mesmo sem um tocar
no esvoaçar de palavras
que pra ti levam meu beijo
escondido em metáforas
até em tua praia naufragar...

Ai! Termina o meu desejo!
E deixo de respirar!

7 comentários:

  1. Que lindo!
    Devo andar super sensível, porque ao ler o que escreveste, meus olhos ficaram rasos de água e um nó a apertar-me a garganta...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Andamos querida Til...sei que estás aí!
      Beijinhos

      Eliminar
  3. há um homem de segredo
    há um rosto por aí
    há um olhar mendigo
    uma boca por sorrir
    há um toque moreno
    um esvoaçar na voz
    um beijo adiado terno
    um poema que se faz
    sem momentos, no segredo
    um apraz que me apraz

    Maria Toscano, in "do Vagar e da Memória"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom Lucy!
      Saber que estás aí
      e que o beijo que senti
      ter sido dado por ti!

      Ou em ti?
      Isso que importa
      Agora que estás aqui
      É o teu calor que me conforta!

      Beijinhos

      Eliminar

  4. Verdade, eu também estou aqui.

    Beijos SEMPRE presentes
    (^^)

    ResponderEliminar

...Simplesmente Maria.