quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Ama-me

Ama-me

Ama-me. 

Como só tu me sabes amar! 
Com a impetuosidade do mar a bater na rocha, 
com o abraço enrolado das suas ondas  
com o beijo prolongado e penetrante ao chegar na areia. 
Ama-me. 
Quero sentir-te como uma abelha 
a poisar nas minhas pétalas 
na envolvência do meu pólen 
para com teu intenso e delicado labor 
me transformares em escorregadio, viscoso e doce mel.
 Ama-me. 
Qual ave esvoaçando  
pairando sobre o meu corpo que é teu 
que em voo picado vens penetrar no meu espaço, 
pousando e aí nidificando  
Para que aí se gerem futuros abraços, beijos e novos amores. 
Ama-me.
Ilumina as minha noites glamourosas com a tua potente e brilhante luz 
que possa transmitir sob a forma de um luar intenso, 
brilhando nas noites de lua cheia 
descobrindo neste ou naquele outro recanto 
os seres apaixonados que permutam seus corpos 
na entrega de todos os seus sentidos. 
Ama-me. 
Assim! 
fica em mim toda a certeza de que exististe, existes e existirás eternamente.

18 comentários:

  1. Lindo o poema..... um amor intenso, um amor sublime.
    Lindo.... um amor iluminado.
    Sem palavras!!!

    ResponderEliminar
  2. Muito bonito
    Tu escreves bem, quer em verso quer em prosa.
    É uma delícia ler-te...

    Beijinhos bons
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Afrodite bonito é tu leres bem o que escrevo.
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Dizer o quê? Se tu já disseste tudo!

    " Ama-me.
    Como só tu me sabes amar! "

    Uma afirmação! Tão boa e bela...saber que se é amado/a como mais ninguém o pode ser...

    " Ama-me.
    Assim!
    fica em mim toda a certeza de que exististe, existes e existirás eternamente."

    A isto eu chamo: a verdadeira Felicidade.
    Parabéns! Pela beleza do poema e por esse grande Amor.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Janita, quando se ama especialmente a VIDA, somos e seremos sempre felizes.
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Isso é que é pedir! ;)

    Beijocas, Maria/Manel! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é Maria Eu... e quem pede assim não é gago:)
      Beijocas com muitas saudades:)****

      Eliminar
  5. Belo poema. E quem não quereria ser amado assim?
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para amar basta querer Elvira mas ser-se amado é preciso que os outros queiram e saibam.
      Abraço neste fim de semana Carnavalesco

      Eliminar
  6. É um gosto ler a tua poesia, faz bater o coração e voar a alma!
    Beijinho





















    ResponderEliminar
  7. Mais um poema fantástico! Adorei!!!

    Bjxxx

    ResponderEliminar

...Simplesmente Maria.