quinta-feira, 20 de novembro de 2014

O teu sorriso



Maldita sejas maldade, infame.
Destruíste esse sorriso?
Que o meu olhar se inflame
E perca de todo o meu juízo!

Cara redonda, cabelos caídos
Olhar estonteante e lacrimejante
Lábios ardentes rasgados
Num sorrir de presença inconstante...

Assim eras, assim te conheci
Roliça, imensamente pura no trato
Numa troca de olhares eu sorri
Como quem sela um contrato!

A maldade rude dos incompetentes
Afastou-te de nós todos sem piedade
Sei que tudo o que agora sentes
É um pujante desejo da verdade!

Acredita em mim apesar do fim
Faz do que te digo um abrigo
Sorrir é voar, viver e dizer enfim
Que sem ele sofro imenso castigo!

Porque um sonho assim não termina
Mesmo quando a morte me chama
Na minha confusa mente germina
Semente que por ti ansiosamente clama

Sou um guerreiro de nascença
Luto pelo que desejo e preciso
Com a minha força eu vença
trazendo de volta o teu brilhante sorriso!

15 comentários:

  1. Como guerreiro de nascença vai e continua sempre a lutar, mesmo que por vezes suspendas um pouco a garra.

    A morte chama? Não a ouças, que ela chama toda a gente ..

    Abraço com carinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já tive as garras mais afiadas São...mas continuo a lutar pelo sorriso.
      Abraço

      Eliminar
  2. O importante é nunca deixarmos o nosso sorriso fugir!
    Bonito poema!

    bJXX

    ResponderEliminar
  3. Poema forte e de um poeta amigo
    Eis aqui o que sempre digo
    Vai amigo, guerreiro de nascença
    Nunca abandone tua crença

    Ame e lute por ela
    Pois mais que a própria revolta
    O amor te fortalece por aquela
    Que um dia, seguramente, volta!

    ResponderEliminar
  4. Haverá mais sorrisos!

    Beijinhos Marianos, Maria/Manel! :)

    ResponderEliminar
  5. Boa tarde, sorrir é voar em vários sentidos, poema é profundo e contribui para não se perder o sorriso.
    AG

    ResponderEliminar
  6. Respostas
    1. A vida às vezes sorri-nos, outras não, é verdade. Onde estará o equilíbrio disto tudo? Procurar dentro de nós a força necessária é deveras tarefa de guerreiro. Bem hajas.

      Grande abraço

      Olinda

      Eliminar
  7. A maldade do mundo é o motivo principal para acabar com a felicidade de muitos de nós...
    Bonito poema!

    Bjxxx

    ResponderEliminar

  8. Mas é claro que vencerás!
    Alguma dúvida?

    ResponderEliminar

...Simplesmente Maria.