quarta-feira, 27 de maio de 2015

O "SER" da MARIA...

És… Faltava-te esta palavra!
Na veia poética da Mariavaicomasoutras, digo-te que “Sou”:
Os Dedos das Mãos que se tocam e embalam,
Quando estamos juntas, porque as mãos falam.
A Taquicardia que nos sustenta sempre que eu te encontro,
Porque o Coração bate de acordo com o momento e com o que sente dentro.
O Espírito que nos ventila o viver
E não deixa a Alma morrer.
Os Olhos vivos e reluzentes, os teus,
Subjugada e desnuda pelo Olhar dos olhos meus.
O Ser que te ama e te domina,
Sempre que me aproximo do teu Corpo de menina.
O Apelo que te chama e te basta,
Num Desejo que é nosso e nos desgasta.
A Cabeça que sem esforço transpira,
Quando as nossas Bocas se unem num beijo que nos respira.
A Alegria radiosa que impera,
Num Sorriso luminoso que nos espera.
O Som das palavras que digo,
No murmurar de uma Voz que te atravessa e te dói.
A Chama que aquece e clareia o teu ser,
Na Luz que nos incendeia o sofrer.
A Cor que te liberta sem dor,
Do Arco-íris que é o nosso amor.
O Luar que nos arrebata e embriaga
De uma Lua que enfeitiça a nossa entrega.
O Som da nossa paixão,
Numa Melodia que nos perturba a razão.
A Fantasia que é o Sonho,
 de juntos poder voar.
O Percurso de um Caminho que nos guia e nos assola,
Mas mesmo sendo custoso nos consola.
A Crença que te acolhe e te leva, na Fé que sendo dos dois,
Faz que na tempestade, chegue a bonança depois.
O Pavor que te transtorna e até te faz rejeitar,
No Medo que em ti se cria, de uma Mulher amar.
A Onda que te navega, na imensidão que é o Mar
E que ao chegar à praia, desmaia por te abraçar.

Sou…a palavra que te faltava, não para encontrar o que… És
Porque essa sempre esteve no corpo do verbo Ser…
Uma Mulher que te ama e que se estende a teus pés...

19 comentários:

  1. O SER da Maria, É...
    tão simplesmente Maria!

    Uma força da Natureza
    Linda, Criativa, Doce
    Sonha, divaga e sofre
    Quem é? Uma alma
    que tanto nos dá de si
    Sem a ver sinto que a vi
    neste breve navegar
    gosto e não sei porquê.
    Quiçá por ser ou ter sido
    Alguém que eu tenha conhecido...

    Será...É...Sou...Somos?
    Uma noite sonhei contigo...

    Mas não te chamavas Maria
    De metáforas vestida
    Eras uma menina/ mulher /homem
    Foi um sonho adormecida

    Foi essa última frase, que me deixou pensativa
    Porquê tanta submissão?

    Tens de ser Mais TU És Alguém!...

    Se amanhã achar tudo isto um delírio
    Peço-te para apagar, pois já estou a dormitar!

    Maria...Afinal, quem és tu?
    Alguém que escreve muito bem
    Que tem problemas existenciais
    E que mais, que mais?
    .

    Janita






    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Janita a tua resposta
      Ainda é muito mais bonita
      Que o poema que do meu ser
      Brotou naquela singular escrita!

      Sou a Maria! Janita...
      acredita!
      Com esses problemas tais...
      Sinto-me tão presa
      e submissa!

      Sou alguém...
      que amo tudo e ainda e sempre
      alguém, também!

      Na verdade, sou quem sou
      Aqui onde estou...

      Mais?...
      não to poderei dizer jamais
      é isso que nos torna na igualdade de ser vivo
      Uns seres reais e afinal desiguais!
      Libertar-me-ia se pudesse!
      Libertar-me-ei se puder!
      Libertar-me-á quem souber!

      Por isso...
      Bebé/Menina/ Criança
      Mulher/ Adulto/Homem
      Irei até onde a vida me deixar
      Sonhar e sentir esperança
      Antes de deixar de respirar
      E à tumba um dia entrar
      Onde todos os bichos aí me comem!

      Aqui...
      enquanto escrever!
      Sofro porque o amor se enreda
      Como a cortina numa pequena janela
      Fazendo da minha vida
      Uma pequena Novela!!!!

      Beijinho Janita, nesta nossa mútua admiração pela palavra mas muito mais pela VIDA***

      Eliminar
    2. Obrigada, Maria!

      Ambas usamos a palavra como forma de expressar o que nos vai na Alma.
      Tu, muito melhor do que eu, que não entendo de métrica e somente deixo o coração falar.
      Gosto tanto de te ler que até chego a crer
      que o teu Ser já foi, numa outra encarnação,
      a minha Alma gémea...E porque não??

      Beijinhos e bom fim de semana!

      Janita

      Eliminar
  2. Respostas
    1. A poesia está no clima que se expressa e sente a cada instante Teresa!
      Beijinhos

      Eliminar
  3. A tua poesia... os meus olhos ficaram rasos de água!
    É assim a paixão, e se alguém disser que não é porque nunca viveu nenhuma!
    Tu és o Ser, Poeta que vai além..!


    "Minh'alma ardente é uma fogueira acesa,
    É um brasido enorme a crepitar!
    Ânsia de procurar sem encontrar
    A chama onde queimar uma incerteza!
    ..........

    Florbela Espanca, in Sonetos

    Beijos! (d'aqueles pequeninos que nos tocam a alma!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lucy...nos teus olhos rasos de água
      De uma mulher apaixonada quanto eu
      Sinto que o amor para nós não morreu
      Apenas nos apoquenta aquela mágoa!

      Nesse sentir procuramos camuflar
      Aquilo que é o sossego do refúgio
      Das tormentas transformadas em presságio
      De um radioso dia que até nós vai chegar!

      E tu Lucy, és o meu maior contágio
      Nas palavras que me entregas sem cobrança
      Que da nossa amizade fique algo mais que a lembrança!

      Beijinhos sentidos para ti!

      Eliminar
  4. eu venho só desejar bom fim de semana que a prosa, aqui, está para além das minhas capacidades de resposta, pois, entre o SER que se afirma, e o Ente que se confirma, não posso, nem devo acrescentar mais nada.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mia
      Entre o SER que se afirma
      E o Ente que se confirma...
      O teu desejo é uma luz
      Numa prosa que destilo
      Neste clandestino alambique
      Onde o que aqui se produz
      Nos momentos em que vacilo
      Impede que me crucifique.
      Quando a palavra Amor me seduz
      castigando a minha frágil psique!!

      Eliminar
  5. Ser Maria é ser um SER completo!

    Bjxxx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Teresa
      Ser Maria é ser um SER complexo
      É ser Teresa ou Margarida
      Janita, Mia, Afrodite
      Manel, Jõao ou Francisco
      Sinto-me tão desconexo
      Com uma mente aflita
      Não passo incólume ao risco
      E se alguns momentos flipa
      É porque talvez, quem sabe,
      tenha um SER um pouco arisco!!

      Eliminar
  6. Respostas
    1. Til,
      A Maria é vermelha
      e encarnada porquenão!
      A Maria é azul e verde
      A Maria é ...Pink
      Isso mesmo uma Rosa
      Como outras que neste mundo conheço!
      Podia ser Green e talvez seja
      Podia ser Dark Brown
      Já que por vezes fico Yellow...
      Sou isso tudo Til. Um rosa baril!
      Na tua foto me revejo
      Nesse mundo de balões coloridos
      Onde descrever-me parece ser infantil
      Mas a vida é mesmo assim
      Uns sentem o seu pesar
      Enquanto outros pesam o seu sentir...
      Na vida que está a passar
      Sem nunca se repetir!!

      Eliminar
  7. Tu ÉS O SER que me irradia quando estou perto de ti... transmites-me uma tranquilidade, um amor interior, uma paz de espírito... que não dá vontade de largar mais!!! destino que quis que a nossa caminhada se cruzasse e que nos completasse-mos!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para ti anónimo(a)
      Eu SOU O SER!
      Que irradia quando perto de mim estás!
      Tranquilizo-te no amor interior que te dou...
      E nessa paz de espírito fica o nosso sentir!
      Profundo! Tão profundo quanto o acordar das manhãs!
      Não me largues já que o agarrar nos enredou!
      E nesta caminhada entre cruzada o amanhã há-de surgir!
      Mais livre, mais apaixonado, mais feliz
      No nosso presente que ao por do sol se consolidou!
      E nas dunas das nossas vidas
      Geminou, cresceu e o viver aproximou!!

      Eliminar
  8. Que texto maravilhoso, identifiquei-me com tantas frases... Como gostaria de escrever assim e fazer essa homenagem linda. Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Catarina,
      Na maravilha que encontras nos meus textos
      Estão palavras que não são mais que a vida
      Algumas delas para o viver são pretextos...
      De uma vida sofrida e que por mim é sentida!
      Podes escrever assim...
      Olha para os teus contextos!
      Deixa que a mente se embriague nas palavras
      Que os dedos se percam nas letras de um teclado,
      Verás que no final os teus textos
      Serão o teu sonho encantado e encontrado...
      Por alguém admirados no seu sentido mais lógico
      No teu blogue simples e ecológico!!

      Eliminar

...Simplesmente Maria.