quinta-feira, 25 de junho de 2015

Poema Anónimo

Ven a dormir conmigo: no haremos el amor, él nos hará."
Julio Cortázar  

Acordei estremunhado
Num dia de sol escondido!
Será que o tempo melhora
Ou então fico perdido!
Não sei se me reconheço
Nas palavras que aqui escrevo!
Nem sei que nome lhes dar...
Alguém que nem nome tem
Falou-me no Cortázar!
Eis que num momento lúcido
Me agarro e esfrego nele
Como quem faz amor
Ao acordar pela manhã!!!
Eu bem tento e não consigo!
A idade me perturba
Não gosto de correr perigo...
E já que o amor "nos hará"
Anónimo durmo contigo!
Nada faremos amigo,
A amizade desconexa
Que em ti sai da sola do sapato
Diz-me que morrerás pra mim
No vulgar do teu gélido anonimato!


Portanto, não há amor e este nunca entre nós se fará!!!!!!
E termino Zipando com Júlio Cortazar:

Zipper sonnet




de arriba abajo o bien de abajo arriba
este camino lleva hacia sí mismo
simulacro de cima ante el abismo
árbol que se levanta o se derriba

quien en la alterna imagen lo conciba
será el poeta de este paroxismo
en un amanecer de cataclismo
náufrago que a la arena al fin arriba

vanamente eludiendo su reflejo
antagonista de la simetría
para llegar hasta el dorado gajo

visionario amarrándose a un espejo
obstinado hacedor de la poesía
de abajo arriba o bien de arriba abajo


Lee todo en: Zipper sonnet - Poemas de Julio Cortázar http://www.poemas-del-alma.com/julio-cortazar-zipper-sonnet.htm#ixzz3e5BgTSoM



ZIIIIIIIPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPP(the door is closed)                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                      

22 comentários:

  1. Bem esse anónimo pede pouco pede...

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  2. Gosto de pessoas lutadoras, que reagem perante a estupidez e insensibilidade de gente mesquinha que sente prazer em humilhar os outros!
    Não foi o caso, porque o que vem de baixo não te atinge e deste a réplica, com luva de pelica. Gostei!!

    Adorei o teu poema! Por tudo isso, até vou abandonar - pelo menos hoje - a facilidade de comentar-te sem usar a minha conta, o que faço muitas vezes, por ser mais rápido!
    Mas não deixes que um comentário cobarde, já que alguém veio até ao teu espaço com intenções malévolas e a coberto do anonimato, te desvie do teu caminho!
    Ignora...sabes que a indiferença causa mais impacto do que a importância que, por vezes, damos a quem a não merece!
    Não sei se voltaste a moderar os comentários. Saberei de seguida! Se assim for vou lamentar muito.

    Beijinhos com amizade!

    Janita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa, valente!

      Se te aparecer mais algum anónimo desta estirpe, ELIMINA-O!!.

      Adelante, compañero!!

      Eliminar
    2. Janita...és linda porque és e como és!

      Eliminar
  3. Com Júlio ou sem Júlio, é para continuar, não é? Quero dizer, neste registo melódico ritmico e métrico, não é?
    Beijinho,
    Mia

    ResponderEliminar
  4. Dom anónimo é venenoso!
    Sofre de depressão!?
    Um dia morde a língua
    E morre vítima do seu próprio veneno !!!

    Como sempre foste delicadíssimo a dar resposta.

    Bom fim de semana.
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  5. Chapada de luva branca dada ... bom fim-de-semana, Maria! :)

    ResponderEliminar
  6. bom dia pequenota! a noite correu bem :) menos mal! a minha também foi além;)
    recorrendo ao JC "Ser valente é muito mais fácil do que ser homem." é verdade e eu consigo ser os dois e muito mais! mas eu vim cá só para te dizer MODERA! MODERA!MODERA! fazes bem em moderar pois assim é mais fácil dizer-te o que é fodido de "ouvir" não tenho que abreviar nem "disfarçar" :)))))))))))))))))) aaaah mas não te moderes a ti, VIVE! depois logo cá venho para te dizer mais bjs boneca ;)CB

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não esperes que responda o mesmo que respondi aos meus verdadeiros amigos!
      Vamos por partes na tentativa de que sem grandes efeitos perversos se faça luz na tua mente!
      "pequenota" eu...é pá estás enganado na porta, não fui, não sou nem serei!
      "consegues ser os dois?"...é pá estás aqui estás no Guiness, mas não te esqueças que não há duas sem três, portanto ainda te falta um pouco mais de juízo!
      "só vieste para dizer aquilo"...é pá escusavas de ter vindo, quem és tu para me mandar moderar seja o que for?...e agora não percebi? estás à espera que modere para tu dizeres aquilo que eu não gosto de ouvir sem teres que "abreviar" ou "disfarçar"...és básico meu caro, queres dizer-me o que te "apetece", podes dizer, está aí o meu mail e repito-to para que não te canses, porquenaoeuagora@gmail.com , compreendido?
      "boneca"?...é pá vai chamar isso à Minnie ou à Barbie, OK?
      Já conseguiste descobrir que estás a falar com a pessoa errada? Modera-te!
      Ah! e não precisas de me mandar viver "menino! Para quem acaba de sair de um episódio de cancro e de quimioterapia não tem nada a receber de ti!!!! Compreendes? Live me in peace, OK?

      Eliminar
    2. pois, pois. sim, sim. vou resumir numa frase: mitomania - mentira patológica - síndrome de Münchhausen...
      i leave you in peace. bom fds miúda :)

      Eliminar
    3. deixa-te de tonterias e de síndromes estás a tempo de te corrigir!


      El burro nunca dejará de ser burro.
      Porque el burro nunca va a la escuela.
      El burro nunca llegará a ser caballo.
      El burro nunca ganará carreras.

      ¿qué culpa tiene el burro de ser burro?
      En el pueblo del burro no hay escuela.
      El burro se pasa la vida trabajando,
      tirando de un carro,
      sin pena ni gloria,
      y los fines de semana
      atado a la noria.

      El burro no sabe leer,
      pero tiene memoria.
      El burro llega el último a la meta,
      ¡pero le cantan los poetas!

      El burro duerme en cabaña de lona.
      No llámar burro al burro,
      llamarle "ayudante del hombre"
      o llamarle persona.



      Gloria F. ( http://www.caxigalines.net/Gloria-Fuertes/pobre-burro/ )

      Eliminar
  7. Então agora vou responder aqui ao anónimo de cima!!!!!
    Ainda não percebeste que neste espaço, rodeado de gente em harmonia, TU É QUE ESTAS A MAIS!!!????Provavelmente caíste aqui de paraquedas, deves estar com muiiiiiiita dificuldade em te levantar!!!! A "boneca" não precisa de INTRUSOS como tu... por isso, voa para outro lado onde as tuas "deficiências" linguísticas possam ser bem acolhidas ;))!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A ti minha anónima que não o és porque sabes que comungamos juntos alguns momentos das nossas vidas vou dizer-te:

      Anita, és linda porque és como és e serás!

      Eliminar

...Simplesmente Maria.