segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Luxúria

Luxuria, minha amiga
que queres que te diga?
Que te pratico
quando não complico?
Na ponta de um dedo
que não mete medo
Na ponta da língua
que reduz a mingua,
luxúria pratico
se a ti me dedico!
Por todo o teu ser
dou o meu saber,
o saber amar
sem te penetrar,
o saber entrar
sem ter de pecar,
o saber sair
no saber sentir
que a vida é um encanto
em qualquer recanto! 

6 comentários:

  1. São "Modos de Amar". Muito bonito!
    Bjns

    ResponderEliminar
  2. Pois a luxúria e a parte
    De melhor arte...
    A luxúria é a amiga
    Que mais me intriga.....

    Estou saudoso do amigo....

    ResponderEliminar

  3. E em qualquer recanto podemos ser felizes... ou nos sentirmos felizes.
    Neste preciso momento... estou feliz :)


    Beijinhos
    (^^)

    ResponderEliminar

...Simplesmente Maria.